Pizza + limites

Sabe aquele dia péssimo que foi salvo pelo gongo por uma “pizza”? Pois é, tive um desses ontem. Dia corrido, com notícias ruins, estresses acumulados e desnecessários… até que um telefonema muda tudo e seu dia termina em pizza.  As vezes eu até curto dias assim, que terminam em pizza, porque aí damos mais valor a pequenas coisas e faz você no dia seguinte, mesmo com sono, acordar sorrindo. :)

Antes ou depois da pizza, já não sei mais, no meio de uma conversa comecei a debater internamente até aonde as pessoas vão quando estão apaixonadas. Até aonde você vai? Qual é o seu limite?  O que numa situação como essa você releva porque gosta da pessoa que não relevaria se fosse uma ” pessoa qualquer”?  Até aonde vale a pena fechar os olhos, esconder as dúvidas e continuar vivendo assim?

É lógico que cada um sabe do seu e cada situação é uma, mas quando estamos apaixonados ficamos realmente cegos? Por mais que aquele ponto de interrogação fique flutuando na sua cabeça você deixa ele lá sem criar outros, sem tentar transformá-lo num ponto final ou quem sabe uma vírgula?

Confesso que não sei a minha resposta para nenhuma dessas perguntas. Normalmente seria depende. Depende de quem é, da situação, de como me sinto e o mais importante: o tamanho do ponto de interrogação…

Não vou me estender mais, afinal preciso trabalhar e os meus próprios pontos de interrogação estão se transformando hoje em vírgulas e criando outros.

É isso. beijos e bom começo de terça feira.

– P.😉



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s