Só vale a pena se for para sempre?

Lá pelos meus 14/15 anos, eu queria viver um amor eterno, que durasse para sempre. Que fosse lindo, que envelhecêssemos, ficássemos enrugados e chatos juntos. Acordar todos os dias vendo o mesmo rosto, fazer as mesmas coisas e falar para meus netos que o avô deles foi o meu primeiro amor.

É, as coisas mudam.

Nesse meio tempo, aprendi que o para sempre não existe, a menos que os dois morram ao mesmo tempo, no mesmo segundo. Se não, um se foi e o outro ficou. Cadê o “sempre”?  Para o que ficou não poder amar mais ninguém é injusto. Ele ficou e, portanto tem o direito de viver com tudo que “viver” inclui.

Nada é para sempre. Nada. Talvez nem os contos de fadas que eu lia quando era menor. Quem sabe como terminou a vida da Cinderela? Só sabemos da sua história a metade, e depois do casamento? Ninguém me contou o que aconteceu…

Quero viver as coisas pelo tempo que elas vão durar. Não me importa se será por 70 anos ou 5 minutos, pela menos vão acontecer.

Se formos viver apenas aquilo que é para sempre, viveremos apenas uma história, uma vida. E nisso, eu realmente não vejo graça. Minha alma de leitora e escritora pede experiências novas. Estórias, personagens e cenários novos.

créditos ao Casal Sem Vergonha

Super respeito os casais que estão juntos há anos e talvez nem tenham “experimentado” outras pessoas na vida. Mas sei lá, acho que o mundo tem tanta gente para nos prendermos a uma só ou nos privar de conhecê-las.  E nem me venha com papo de almas gêmeas ou “a gente se completa”. Sinto muito se você é apenas uma metade.

Confesso que até os votos de casamento tem me incomodado. “Até que a morte nos separe”? E se eu quiser me separar antes de morrer? Sei que esses votos de nada valem, é apenas tradição. Aliás, futuro marido, os nossos serão alterados.  Afinal, não da para ficar presa a outra pessoa por causa de uma promessa.  Tantas são quebradas, por que essa também não pode ser?

E mais uma vez eu estava em sincronia com o Casal Sem Vergonha… Eles postaram sobre o “sempre” também: http://www.casalsemvergonha.com.br/2011/10/21/eu-nao-te-amo-pra-sempre/

– P.



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s